Kambaku

Icon podcast

África do Sul aplica sistema de gestão marinha para proteger o oceano

Abr 16, 2024 |

A África do Sul está a implementar um inovador sistema de gestão de informações projectado para monitorar e proteger os seus mares. Fonte importante de renda e emprego, a economia oceânica contribuiu com cerca de R$ 110 mil milhões (aproximadamente US$ 5,7 mil milhões) para o PIB da África do Sul em 2010 e segundo um relatório governamental de 2019 projectou que, até 2033, esse valor aumentaria para R$ 177 mil milhões (US$ 9,2 mililhões) e mais de um milhão de empregos.

No entanto, embora a extensão dos seus domínios marítimos apresente muitas oportunidades, também traz desafios de gestão e protecção. Segundo o The Conversation, é aí que entra em acção o Oceans and Coastal Information Management System (OCIMS) – em português, o Sistema Nacional de Gestão de Informação Oceânica e Costeira. Concebido dentro do Departamento de Florestas, Pescas e Meio Ambiente do país em 2012 e lançado oficialmente em 2015, reúne observações oceânicas feitas por várias agências nacionais numa plataforma única. Os principais usuários também são parceiros que contribuem para o sistema através da partilha de dados e expertise.

Apesar de o sistema estar adaptado às prioridades nacionais da África do Sul, foi inspirado por outros sistemas de informação oceânica mais experientes como os sistemas da Austrália e dos Estados Unidos da América.

Por exemplo, aplicativos de captura de dados no sistema são usados para partilhar medições feitas em unidades de aquacultura e informar os usuários sobre o potencial risco de marés vermelhas (um nome comum usado para florações de algas nocivas). Operadores de observação de baleias em barcos contribuem com seus dados de avistamento de espécies marinhas para avaliações de biodiversidade. Todos esses dados podem ser analisados por cientistas e as suas descobertas usadas para aconselhar sobre opções de políticas ou ações de conformidade e fiscalização.

O sistema também promoveu o diálogo entre departamentos governamentais, organizações sem fins lucrativos e o sector privado o que facilita uma abordagem coordenada para a gestão dos oceanos.

Uma das coponentes do OCIMS é o Marine Information Management System (MIMS) – ou em português ‘Sistema de Gestão da Informação Marinha’ –um repositório aberto que arquiva e publica colecções e subconjuntos de dados relacionados com o mar para o Departamento de Florestas, Pescas e Ambiente: Oceanos e Investigação Costeira (DFFE:OCR) da África do Sul. Acolhe os arquivos de dados históricos do Centro de Dados de Oceanografia da África Austral (SADCO).

Os principais sectores das indústrias oceânicas da África do Sul são transporte marítimo, pesca e aquacultura, exploração de recursos minerais e turismo.

Foto: ocims.environment.gov.za

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.