Kambaku

Icon podcast

Área Marinha de Inhambane classificada como ‘Hope Spot’ pela Mission Blue

Mar 25, 2022

O mar de Inhambane, no sul de Moçambique, obteve a classificação como ‘Hope Spot’ pela Mission Blue. Esta classificação reconhece o trabalho que Moçambique está a fazer para cumprir a Convenção das Nações Unidas sobre Diversidade Biológica para proteger 30% dos seus recursos marinhos até 2030 através da criação de Áreas Marinhas Protegidas (AMP).

Um ‘Hope Spot’ é uma área ecologicamente única do oceano designadas para proteção sob uma campanha global de conservação supervisionada pela Mission Blue, uma organização sem fins lucrativos fundada por conceituada bióloga e oceanógrafa norte-americana Sylvia Earle.

Estes ‘pontos de esperança’ são escolhidos pelo seu contributo para a biodiversidade, captura de carbono e habitat importante.

No vídeo de anúncio Sylvia Earle destaca o trabalho realizado por Moçambique na preservação da sua vida marinha. Reconhece, também, o trabalho realizado por Andrea Marshall e pela Marine Megafauna Foundation (MMF), ONG co-fundada em Moçambique com Simon Pierce em 2003 e que desde então se tornou numa rede internacional de pesquisa dedicada à proteção de habitats oceânicos em todo o mundo.

Depois de Estados Unidos e Austrália, Adrea Marshall fixou-se em Moçambique onde se destacou no estudo e preservação da Manta, razão pela qual é reconhecida em todo o mundo como a “Rainha das Mantas”.

Tem sido uma voz importante na preservação dos oceanos e na proteção da biodiversidade em Moçambique.

Foto: Atlas Obscura

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.