Kambaku

Icon podcast

Armadilhas fotográficas confirmam presença de Leopardos no Parque Nacional de Maputo

Jan 10, 2024 |

Novas imagens de armadilhas fotográficas do Parque Nacional de Maputo mostram que dois leopardos vivem atualmente nesta área protegida. O facto de estes predadores de topo (apex) estarem a estabelecer-se naturalmente os seus territórios neste local confirma que o ecossistema está a recuperar o seu equilíbrio e biodiversidade.

A novidade foi revelada pela Peace Parks Foundation que partilhou as fotografias que comprovam esta descoberta e que, posteriormente, levaram a detecção de pegadas de crias de leopardo no parque. Essa descoberta confirma que o número de leopardos também está a crescer naturalmente, podendo, segundo a organização, ser um sinal encorajador de que a população está a caminho de se tornar autossustentável.

Os Leopardos são uma das espécies mais bem distribuídas pelo continente africano vivendo de forma discreta em diversos territórios sem deteção. Podem, também, percorrer grandes distâncias, pelo que a PPF indica que estes Leopardos em concreto possam ter viajado de lugares tão distantes quanto os países vizinhos de eSwatini ou África do Sul, mais concretamente do Parque dos Elefantes Tembe.

Até agora, as equipas do Parque Nacional de Maputo dependiam, para o seu trabalho de análise e detecção de espécies, de avistamentos do ar ou de pegadas na estrada para obter pistas. Mas agora, está planeada uma distribuição maior de armadilhas fotográficas por todo o território que, somadas à marcação e contagens aéreas, ajudarão a esclarecer o seu comportamento e distribuição.

Fotos: PPF

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.