Kambaku

Icon podcast

COP28 ‘longe dos Combustíveis Fósseis’ mas pouco concreta para o continente africano

Dez 18, 2023 |

O presidente da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP28 do Dubai, Sultan Ahmed Al-Jaber, selou um momento histórico com a aprovação do documento final preparado pelo presidente dos Emirados Árabes Unidos para a Conferência de Mudanças Climáticas da ONU em 2023. Pela primeira vez numa COP (Conferência das Partes), o texto abordou um tema que outrora era considerado tabu: os combustíveis fósseis.

Como avança o Africa Report, o documento representa um marco significativo, pois expressa a necessidade de uma transição “longe dos combustíveis fósseis”, sinalizando um compromisso global para enfrentar a crise climática. Esta declaração ressalta a urgência de abandonar a dependência de fontes de energia não renováveis, reconhecendo os impactos prejudiciais que os combustíveis fósseis têm no meio ambiente.

No entanto, apesar deste passo, a conferência não foi isenta de controvérsias. Uma questão que provocou a ira de muitos representantes africanos foi o comprometimento dos países ricos em ajudar os mais vulneráveis. Sentindo-se incapazes de fazer ouvir suas vozes, os delegados africanos expressaram preocupações sobre a falta de comprometimento financeiro e de recursos por parte das nações mais desenvolvidas.

A vulnerabilidade dos países africanos às mudanças climáticas é uma realidade incontestável. Impactos como secas prolongadas, inundações devastadoras e outros fenómenos climáticos extremos têm afectado desproporcionalmente várias nações do continente, exacerbando desafios socio-económicos já existentes.

As nações africanas argumentaram que a justiça climática exige uma distribuição equitativa dos ónus e benefícios associados à mitigação e adaptação às mudanças climáticas. Em muitos casos, esses países contribuíram minimamente para as emissões históricas de gases de efeito estufa, mas enfrentam as piores consequências. Portanto, a pressão sobre as nações industrializadas para cumprirem as suas promessas financeiras e de assistência técnica faz-se agora sentir.

Foto: asahi.com

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.