Kambaku

Icon podcast

Extinção em massa atual pode ser a maior “desde os dinossauros”, diz a WWF

Abril 29, 2023

Fonte: DW e IUCN | Imagem: Fixer Films 

Cerca de 1 milhão de espécies estão em perigo de desaparecer definitivamente da face do planeta nos próximos 10 anos. Este é um aviso da WWF – World Wildlife Fund Alemanha que alerta nunca tantas espécies de plantas ou animais estiveram na lista global de espécies ameaçadas.

De acordo com uma nota da WWF Alemanha citada pela DW as crescentes ameaças ambientais estão a levar muitos animais e plantas à beira da extinção – cuja escala não foi vista desde o desaparecimento dos dinossauros. 

“Cerca de um milhão de espécies podem ser extintas na próxima década – o que seria o maior evento de extinção em massa desde o fim da era dos dinossauros”, disse a organização num comunicado.

De Acordo com a Lista Vermelha da IUCN, mais de 40,000 espécies de flora e fauna estão atualmente ameaçadas de extinção, o que representa 28% de todas as espécies vivas identificadas. É o maior número de espécies incluídas na Lista Vermelha desde sua criação em 1964, de acordo com a WWF.

Entre os animais mais ameaçados está o Elefante Africano, cuja população diminuiu 86% em apenas 31 anos. O mesmo acontece com o Elefante Africano da Floresta (na fotografia) que também está em perigo de desaparecer. Os ursos polares também estão na lista, já que o rápido derretimento do gelo no Oceano Ártico está a impossibilitar a adaptação desta espécie animais e a reduzir o seu habitat natural. Especialistas estimam que o Oceano Ártico poderá ficar completamente sem gelo no verão de 2035, disse também a WWF Alemanha.

No mesmo comunicado a WWF apontou também alguns casos positivos como é o caso do “regresso” de um dos grandes felinos mais raros do mundo, o Lince Ibérico, em Portugal e Espanha. Em 2002, apenas 94 dos linces foram encontrados. A população cresceu mais de dez vezes, com a contagem mais recente em 2020 a mostrar que existem atualmente cerca de 1.100 Linces Ibéricos.

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.