Kambaku

Icon podcast

Hienas reintroduzidas no Parque Nacional de Maputo

Ago 9, 2023 |

O Parque Nacional de Maputo está prestes a testemunhar mais um importante capítulo da sua restauração ecológica com a reintrodução de um novo grupo de habitantes: um pequeno clã composto por cinco hienas-malhadas provenientes do Sabie Game Park, uma reserva privada situada em Moçambique localizada junto à fronteira com o Kruger.

Espécie fundamental para garantir o equilíbrio de um ecossistema ainda em recuperação, as hienas-malhadas trazem consigo uma série de benefícios sendo uma peça fundamental para restaurar o equilíbrio ecológico particularmente através do seu papel fundamental como necrófagas.

Muitas vezes mal compreendidas e estigmatizadas, estas necrófagas desempenham um papel vital no ecossistema, na manutenção do equilíbrio saudável entre predadores e presas, bem como no ciclo de vida das plantas e na saúde do solo e por isso foram agora introduzidas num plano desenvolvido pela Administração Nacional de Áreas de Conservação (ANAC) e pela Peace Parks Foundation (PPF).

Embora cinco hienas possam parecer apenas um pequeno incremento para o parque, a verdade é que contribuem significativamente para os esforços contínuos de conservação na região. De acordo com informação publicada pela PPF a reintrodução de espécies no parque começou com animais como o cudu, impala, girafa, búfalo, gnu, elande, zebra e outrassendo que no censo aéreo de 2021 a região contava com mais de 12.000 animais.

O Parque Nacional de Maputo, estabelecido em 2021 através da fusão da Reserva Especial de Maputo e da Reserva Marinha de Ponta do Ouro, tem 1.700 km² e faz parte da Área de Conservação Transfronteiriça de Lubombo está integrado no Hotspot de Biodiversidade de Maputaland-Pondoland-Albany. Trata-se de um dos 36 hotspots biológicos mais diversos e ameaçados do mundo.

Fotos: PPF

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.