Kambaku

Icon podcast

Investigação defende que Elefantes Africanos usam nomes próprios semelhantes aos Humanos

Nov 15, 2023 |

Um estudo recente realizado no Quénia revelou uma descoberta extraordinária sobre os elefantes africanos: tratam-se por nomes próprios, uma prática que até então era considerada exclusiva dos seres humanos. Este padrão de identificação individual é inédito no reino animal, destacando a complexidade da comunicação entre estes complexos e majestosos mamíferos.

Ao contrário de outras formas de comunicação animal baseadas em imitações específicas, os elefantes africanos utilizam chamamentos distintos e diferenciados para se referirem uns aos outros.

Este fenómeno, revelado por um estudo conjunto envolvendo a Universidade do Colorado (EUA), as organizações não-governamentais Save the Elephants, Elephant Voices e o projecto de pesquisa Amboseli Trust for Elephants, revela uma semelhança surpreendente com a linguagem humana.

Os elefantes africanos, assim como os seres humanos, emitem chamamentos específicos e únicos para cada indivíduo da manada. Este comportamento foi observado durante extensas gravações de campo realizadas em diferentes locais no Quénia.

Os especialistas compararam essa prática à utilização de “etiquetas vocais” na linguagem humana, caracterizadas por sons aprendidos que se referem a objetos ou pessoas específicas. A aprendizagem vocal permite a criação de novas etiquetas, indicando uma comunicação mais flexível e a capacidade de articular o pensamento simbólico.

O ecologista comportamental Michael Pardo, da Universidade do Estado do Colorado, que participou no estudo, afirmou que estas descobertas desafiam a perceção tradicional sobre o que é exclusivo da linguagem humana e abrem portas para novas investigações.

Embora seja raro encontrar exemplos de etiquetas vocais em outras espécies animais, especialmente para nomes pessoais, este estudo destaca a capacidade dos elefantes africanos de aprender e utilizar vocalizações específicas para se referirem a indivíduos dentro da manada.

Os elefantes africanos, conhecidos por suas vocalizações distintas semelhantes a trombetas, também emitem ruídos de baixa frequência imperceptíveis aos ouvidos humanos. Esses sons desempenham um papel crucial na comunicação, permitindo que os elefantes se localizem mutuamente durante suas atividades diárias de busca por alimentos.

Embora muito permaneça desconhecido sobre a função exata dessa capacidade de aprendizagem vocal, a pesquisa indica que, pelo menos no reino animal, algumas características consideradas exclusivas dos humanos podem não ser tão únicas quanto se pensava.

Foto: WWF

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.