Kambaku

Icon podcast

IUCN e CARE lançam projecto de uso sustentável de ecossistemas pelas comunidades em Inhambane

Mar 12, 2024 |

A União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), em parceria com a ONG internacional CARE Moçambique, lançou um projeto de 7,2 milhões de dólares com o objetivo de promover meios de subsistência sustentáveis e preservar ecossistemas.

O projeto, denominado CBA SCALET+, pretende beneficiar cerca de 140.000 cidadãos na província do sul de Inhambane. Inclui o treino de membros da comunidade local em tecnologias de agricultura sustentável e cultivo de culturas resilientes às mudanças climáticas. O projecto é financiado pelo Ministério Alemão do Meio Ambiente, Proteção da Natureza, Segurança Nuclear e Proteção ao Consumidor.

Segundo a secretária permanente do Ministério da Terra e Ambiente, Emília Fumo, que participou no evento de lançamento, o projecto de adaptação climática e resiliência baseado na comunidade cobrirá os distritos de Mabote, Govuro, Inhambane e Vilanculos.

“Irá beneficiar 139.900 cidadãos. 14.900 se beneficiarão directamente e 125.000 indirectamente. Este projecto junta-se a outras conquistas que o Ministério da Terra e Ambiente vem realizando com o governo da província de Inhambane e os planos de adaptação local”, disse Fumo, citada em nota da AIM.

O representante da IUCN, Maurício Xerinda, explicou que o projecto será implementado em três países africanos: Moçambique, Zâmbia e Zimbábue.

“O projeto também tem como objectivo trabalhar com as comunidades, colectando experiências para ver que conhecimentos existem a fim de compartilhar com outras comunidades”, disse ele.

Foto: IUCN/Care

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.