Kambaku

Icon podcast

IUCN, WCS e ANAC reforçam protecção da biodiversidade da Reserva Especial do Niassa

Nov 30, 2023 |

A IUCN ESARO – Regional Office for Eastern Europe and Central Asia – e a Wildlife Conservation Society Mozambique (WCS) assinaram um acordo de concessão financiado pela SADC TFCA Financing Facility através da German Development Cooperation e da KfW para a atribuição de um subsídio de 200.000 euros (aproximadamente 13,600,000 Meticais) a aplicar ao fortalecimento da fiscalização e à abordagem de conflitos entre comunidades humanas e a vida selvagem na Reserva Especial de Niassa.

De acordo com informação pública, este subsídio estratégico, gerido pela WCS em parceria com a Administração Nacional para Áreas de Conservação (ANAC), apoiará esforços críticos de conservação, incluindo patrulhas anti-caça furtiva e bem-estar dos guardas, além de reforçar das respostas dos guardas aos conflitos entre seres humanos e a vida selvagem. A WCS e a ANAC assinaram um Acordo de Cooperação que permite que as duas partes trabalhem em conjunto nas operações de gestão do parque e na mobilização de recursos.

Para Afonso Madope, Country Director da WCS Moçambique “a Reserva de Niassa, a maior área protegida de Moçambique, alberga mais de 60.000 pessoas e é um hotspot para a caça furtiva e o tráfico de madeira. Apesar desses desafios, abriga a maior população de elefantes do país e a população mais viável de cães selvagens, tornando-a crucial para a conservação da biodiversidade. O subsídio da IUCN-SADC TFCA FF, focado em operações de fiscalização, mitigação de conflitos entre seres humanos e a vida selvagem e melhorias na sede da Reserva, representa uma colaboração vital entre o Governo de Moçambique através da ANAC, a IUCN e a WCS. Este subsídio é um compromisso com a conservação da biodiversidade na TFCA Niassa-Selous, alavancando a extensa experiência em conservação da WCS.”

Este subsídio estará focado em fortalecer a fiscalização e as patrulhas de guardas na Reserva Especial do Niassa Oriental, juntamente com esforços para reduzir os incidentes de conflitos entre seres humanos e a vida selvagem no corredor Central de Mecula/Mussoma.

Com uma dimensão total de 42.300 km² e representando 31% das áreas protegidas de Moçambique, a Reserva Nacional do Niassa está ligada a outra grande área protegida, o Parque Nacional Nyerere (Reserva de Selous), na Tanzânia e juntas compõem a Área de Conservação Transfronteiriçã de Niassa-Selous.

Foto: WCS

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.