Kambaku

Icon podcast

Kruger inicia queimadas controladas para gestão de época de incêndios de inverno

Jul 8, 2024 |

O Parque Nacional Kruger está a implementar os seus planos de gestão para a época de incêndios de inverno, que decorre tipicamente de Junho a Outubro.

Os incêndios são uma parte natural e essencial do ecossistema do Kruger e, quando geridos corretacmente, ajudam a manter a saúde e a funcionalidade do bioma das savanas existentes nesta área protegida.

A cobertura de erva adequada, que depende das chuvas recebidas durante o verão e época das chuvas anterior, é o que determina a extensão destes incêndios, de acordo com a Gateway.

“Ao contrário da época de incêndios anterior, em que experienciámos mais de 20% do Kruger a arder devido às elevadas cargas de erva após chuvas excepcionais, este ano estamos a esperar que apenas cerca de 10-15% ardam,” afirmou a SANParks, conforme relatado pela Good Things Guy.

Os incêndios florestais são comuns na África do Sul, especialmente entre Maio e Outubro, uma vez que é a estação seca. O Parque Nacional Kruger faz parte do bioma da Savana Africana, onde o fogo desempenha um papel crucial na formação da paisagem. Aproveitando a extensa pesquisa sobre incêndios conduzida ao longo de muitos anos no Kruger, a gestão do parque implementou uma nova política de incêndios em 2002. Esta política promove o início de incêndios no início da estação (Abril a Junho) para reduzir a carga de combustível e facilitar incêndios de menor intensidade.

Anualmente, a gestão do parque utiliza dados de mais de 500 locais de monitoramento da vegetação para decidir as áreas e a percentagem do parque que deve ser queimada. A percentagem alvo para cada seção também é influenciada pelos dados de precipitação dos dois anos anteriores.

No verão passado choveu menos em comparação com os níveis extraordinariamente altos de 2022-2023, resultando num crescimento reduzido da erva. A Greater Kruger Fire Protection Association (FPA), da qual o Parque Nacional Kruger é membro, facilita uma melhor comunicação e apoio para o uso do fogo como uma ferramenta de gestão e promove a segurança contra incêndios dentro e ao redor do parque.

Segundo a mesma fonte, as equipas de guardas florestais iniciaram queimadas controladas no início da estação seca de 2024 para fragmentar a cobertura de erva e minimizar o risco de incêndios maiores mais tarde. As queimadas controladas incluem a criação de aceiros em torno de infraestruturas como acampamentos, portões de entrada, instalações para funcionários e ao longo das fronteiras do parque.

Estas medidas envolvem a redução da carga de combustível, a queima de aceiros e a preparação de uma equipa bem treinada e equipada em parceria com a Working on Fire (WoF), de acordo com a SANParks. Ao implementar estas medidas, a gestão do parque pretende estar melhor preparada para a época de incêndios deste ano, garantindo a segurança dos visitantes, funcionários e vida selvagem do parque, ao mesmo tempo que mantém a saúde ecológica do amado bioma que todos adoramos visitar.

Foto: strawberryhillfarm.co.za/running-fire.corelsite.ru

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.