Kambaku

Icon podcast

Moçambique contribui com 10,4% do mercado internacional de pele de crocodilo

Jun 25, 2024 |

As exportações de pele de crocodilo estão em ascensão, com um aumento impressionante de 56% em 2023, conforme reportado recentemente. Moçambique contribuiu, no ano passado, com um total de 10,4% das exportações de pele de crocodilo a nível global.

Moçambique, com os seus extensos rios e zonas húmidas, é um habitat natural ideal para os crocodilos. A indústria de criação de crocodilos no país tem evoluído ao longo dos anos.

De acordo com o The Herald, as exportações de pele de crocodilo estão a crescer. Este aumento de 56% a nível global, e do qual Moçambique faz parte, comprova a crescente demanda por couros exóticos de alta qualidade no mercado internacional de luxo.

O Zimbabué lidera as exportações com 38,7% da quota de mercado em termos internacionais entre 2011 e 2021 seguido por África do Sul com 28,9% e Zâmbia com 14,8%. Moçambique ocupa a quarta posição do ranking com uma quota de mercado de 10,4% do total seguido por Botsuana, Quénia e Maláui com percentagens mais baixas.

O substancial aumento nas exportações de pele de crocodilo é um reflexo das mudanças dinâmicas dentro do mercado global. Técnicas aprimoradas de criação, rigorosas medidas de controlo de qualidade e esforços estratégicos de marketing elevaram colectivamente o status das peles de crocodilo.

O aumento na demanda é impulsionado por uma crescente apreciação pelos couros exóticos entre as marcas de moda de alto padrão. Estas marcas estão cada vez mais a incorporar pele de crocodilo nas suas colecções, reconhecendo sua textura única, durabilidade e apelo estético. Como resultado, a pele de crocodilo tornou-se um material muito procurado para bolsas de luxo, sapatos, cintos e outros acessórios de moda.

O aumento nas exportações também é atribuído ao compromisso da indústria com a qualidade e sustentabilidade. Produtores em todo o mundo estão a aderir a rigorosos padrões internacionais para garantir que os seus produtos atendam aos mais altos parâmetros de qualidade. Isto inclui não apenas a qualidade física das peles, mas também práticas agrícolas éticas e sustentáveis.

Muitas fazendas de bravio de crocodilo implementaram medidas ecológicas para minimizar seu impacto ambiental. Estas medidas incluem técnicas agrícolas sustentáveis que procuram melhorar o bem-estar dos crocodilos e a preservação dos seus habitats naturais. Ao adoptar tais práticas, os produtores conseguem atrair consumidores ambientalmente conscientes, que estão dispostos a pagar um prémio por produtos de origem sustentável.

O aumento nas exportações é também resultado de esforços bem-sucedidos de expansão de mercado. Os produtores têm conseguido penetrar em novos mercados e fortalecer sua presença nos já existentes. Esta expansão é apoiada por estratégias de marketing robustas que destacam as qualidades únicas da pele de crocodilo, incluindo seus padrões distintivos, durabilidade e versatilidade.

Foto: wallpapercrafter.com

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.