Kambaku

Icon podcast

Parque Nacional de Maputo resgata 101 tartarugas e devolve-as ao seu habitat natural

Fev 11, 2024 |

Os guardas-florestais do Parque Nacional de Maputo (PNM) resgataram manualmente um total de 101 pequenas tartarugas cabeçudas que estavam presas na densa vegetação das dunas, em plena época de eclosão.

Durante este estágio, as tartarugas recém-nascidas emergem dos ovos que foram depositados pela progenitora na areia durante o processo de desova. Após um período de incubação, que pode durar várias semanas a alguns meses, dependendo da espécie e das condições ambientais, os filhotes quebram a casca do ovo e emergem para a superfície da areia. Em seguida, fazem seu caminho até ao oceano, onde iniciarão sua jornada de vida independente.

E foi para ajudar neste processo que a equipa de conservação do PNM interveio colocando-as gentilmente em baldes e dando-lhes um ajuda até à costa, onde foram liberadas para sua primeira aventura no mar.  

A história é contada pela Peace Parks Foundation numa publicação em que explica que ser uma tartaruga bebé não é tarefa fácil, pois desde o momento em que eclodem de seus ovos, enfrentam inúmeros desafios no seu caminho em direção ao oceano.

As crias de tartaruga cabeçuda resgatadas nesta operação foram verdadeiramente afortunadas, já que a equipa de monitoramento de tartarugas as avistou a tempo, enquanto lutavam para se deslocar pela areia.

As tartarugas cabeçudas estão classificadas como criticamente em perigo, o que significa que cada uma das 101 crias resgatadas desempenha um papel vital na sobrevivência da espécie. Estatísticas revelam que cerca de 80% das tartarugas que desovam ao longo dos 2.470 km da costa de Moçambique escolhem este trecho protegido de 100 km, resultado de uma colaboração entre a Peace Parks Foundation e a Administração Nacional das Áreas de Conservação.

De acordo com a PPF, “os heróis da história fazem parte de uma equipa que protege tartarugas aqui desde 2008. Percorrem essas praias dia e noite, procurando por tartarugas que desovam ou por crias que necessitam de protecção, ou, neste caso, assistência para chegar em segurança ao oceano”.

Foto: Parque Nacional de Maputo/PPF

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.