Kambaku

Icon podcast

Presidente apela a envolvimento das comunidades nos 50 anos de Banhine e Zinave

Jun 28, 2023 |

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, apelou ao envolvimento das comunidades locais nos esforços de preservação ambiental e conservação durante a cerimónia de 50º aniversário dos Parques Nacionais do Zinave e do Banhine, situados na Província de Gaza.

Durante as comemorações o Presidente da República garantiu que “apesar dos ganhos e progressos que os dois Parques registaram, nos últimos anos, prevalecem desafios, entre os quais a necessidade da formação de mais recursos humanos qualificados e a mobilização de recursos financeiros e materiais adicionais, para que possam enfrentar o desiderato da conservação, com mais vigor. Só com mais recursos poderemos perspectivar um futuro risonho no âmbito da Conservação da Biodiversidade.”

E acrescentou, apelando ao envolvimento das comunidades locais na conservação da biodiversidade: “por isso, gostaria de reiterar o apelo às comunidades, aqui devidamente representadas, a redobrarem o seu engajamento e empenho na protecção, conservação e restauração da biodiversidade. O apelo que fazemos aos Administradores das áreas de conservação e dos parques, aos fiscais e funcionários, aos líderes comunitários e às comunidades circunvizinhas dos parques, em particular, as de Banhine e Zinave, é que continuem a cuidar dos vossos Parques, para que nos próximos 50 anos, as histórias, hoje narradas, sobre o percurso dos Parques sejam acrescidas”.

Os Parques Nacionais de Banhine e Zinave celebraram meio século sob o lema “50 anos Renovando o Compromisso e Estimulando a Participação Activa das Comunidades, na Conservação da Biodiversidade”. Este tema teve o propósito de ressaltar a importante contribuição das comunidades locais como beneficiárias, atribuindo-lhes a responsabilidade de serem guardiãs naturais da diversidade biológica desses dois parques.

O Presidente de Moçambique aproveitou o momento para se dirigir às entidades que mais têm contribuído para a recuperação destes acossistemas: “dirijo, mais uma vez, uma palavra de grande apreço, aos nossos parceiros de cooperação neste domínio, especialmente, a si, Senhor Presidente Chissano e à Peace Parks Foundation, encorajando-vos a prosseguir com o trabalho que vêm desenvolvendo com grande profissionalismo, em colaboração com a ANAC, nesta nobre e complexa missão, de conservar, proteger e restaurar a diversidade biológica, para benefício de toda humanidade”, disse.

Durante o evento o Presidente da República baptizou um búfalo com o nome “Reconciliation”  e participou na operação de colocação, nos búfalos, de colares de monitoramento via satélite.

Como explica a AIM esta é uma das intervenções tecnológicas introduzidas nas áreas de conservação para o controlo dos movimentos de animais, particularmente dos Elefantes, permitindo conhecer o seu habitat, dispersão, seus movimentos sazonais e factores determinantes desses mesmos movimentos, incluindo preferências alimentares, o que possibilita planificar melhor o esforço de fiscalização e de prevenção do conflito homem- fauna bravia.

Foto: Peace Parks Foundation e AIM

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.