Kambaku

Icon podcast

Recolocada coleira em leoa na Reserva Especial do Niassa

Mai 7, 2024 |

O Niassa Carnivore Project, a MWA, a ANAC e a WCS uniram esforços para uma nova missão de recolocação de uma coleira de transmissão e monitoria numa Leoa na Reserva Especial do Niassa.

Este animal, uma leoa adulta com quatro anos de idade, recebeu uma nova coleira VHF numa operação que foi apoiada pelo Lion Recovery Fund e foi considerada uma missão chave para manter os esforços de conservação das populações de leões que residem actualmente na maior área protegida de Moçambique e uma das maiores de todo o continente africano.

De acordo a Mozambique Wildlife Alliance, anteriormente a leoa estava equipada com uma coleira que deixara entretanto de funcionar. Para manter a continuidade dos esforços de monitorização, que incluem o rastreamento de movimentos, comportamentos e interacções dentro da população de leões, a substituição da coleira não operacional foi considerada necessária.

Estas coleiras são ferramentas vitais na conservação das populações de vida selvagem, fornecendo dados em tempo real que permitem entender mais sobre a área de distribuição das espécies – neste caso concreto leões – a sua saúde e ecologia.

Estes dados são fundamentais para elaborar estratégias que mitiguem conflitos entre leões e as populações locais, melhorando assim a conservação do habitat e protegerem ao mesmo tempo as pessoas que convivem nos mesmo espaços com animais perigosos. Esta tecnologia também desempenha um papel chave na luta contra a caça furtiva.

Fotos: MWA

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.