Kambaku

Icon podcast

Expedição que atravessa 22 área protegidas geridas pela African Parks passa por Moçambique

Out 31, 2023 | A equipa da Expedição African Odyssey, liderada pelo conceituado conservacionista e explorador Kingsley Holgate, iniciou a sua viagem através de 22 parques geridos pela African Parks em Iona, em Angola, e agora chegou ao Parque Nacional do Arquipélago do Bazaruto. O principal objectivo desta expedição de 18 meses é documentar a vida das pessoas que trabalham incansavelmente nestes parques e destacar os esforços de desenvolvimento comunitário em curso. A equipa está focada em aumentar a conscientização sobre questões críticas, como prevenção da malária, conservação e fornecimento de serviços básicos de saúde, como exames aos olhos e óculos de leitura. À medida que atravessa 12 países africanos, a missão da expedição vai além da conservação e trabalho humanitário. Isso inclui documentar o rico mosaico de culturas locais ancestrais, tradições e locais históricos de interesse que encontram ao longo do caminho. A expedição levou recentemente a equipa a Moçambique, onde embarcou numa missão para alcançar o Parque Nacional do Arquipélago do Bazaruto, um marco significativo no seu objectivo de ligar todas as 22 áreas protegidas geridas pela African Parks. A chegada da equipa a Vilanculos marcou o início de uma aventura única relacionada com a temática marinha. Ficaram hospedados por uma velha amiga, Veronica Bower, que gere financiamento e projectos especiais para o Parque Nacional do Arquipélago do Bazaruto. A exploração do arquipélago revelou um santuário marinho próspero, onde golfinhos, tubarões, baleias, mantas e tartarugas encontraram refúgio. Também é lar da maior população viável de dugongos na costa leste da África, tornando-se uma área de conservação crítica. A expedição também descobriu uma história emocionante de sucesso na conservação. O dugongo, um mamífero marinho listado como “Criticamente em Perigo” na Lista Vermelha da IUCN, regressou a esta área. Os esforços da equipa da African Parks resultaram numa redução nas mortes de dugongos causadas por redes de pesca, uma diminuição nas actividades ilegais e um aumento na população de dugongos, com muitas crias já avistadas. A equipa também ficou impressionada com as praias intocadas e a ausência de lixo no Arquipélago do Bazaruto. Essa limpeza foi atribuída ao grupo comunitário Basisa Bazaruto, que empregou 50 mulheres para remover mais de 167 toneladas de resíduos do arquipélago e enviá-los para o continente para reciclagem. Foi um projecto de limpeza notável que destacou a importância de envolver as comunidades locais nos esforços de conservação. Com a conclusão da sua etapa na África Austral, a Expedição African Odyssey prepara-se agora para o Capítulo 2. O próximo destino é o Parque Nacional de Akagera no Ruanda, que é o maior pântano protegido da África Central e o último refúgio restante para espécies da savana no Ruanda. Fotos: African Parks

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.