Kambaku

Icon podcast

Mai 28, 2024 | Manta fotografada em Inhambane pela ONG Love the Oceans.

Primeira marcação de Raia ‘Smalleye’ do mundo realizada em Moçambique

Set 7 2023 | A Marine Megafauna Foundation (MMF), ONG internacional fundada em Inhambane, está a liderar uma expedição pioneira de pesquisa de campo para estudar a Raia ‘Smalleye’ (em inglês Smalleye Stingray), uma espécie de grande porte e pouco conhecida. A iniciativa marca um passo crucial no entendimento e na conservação destas misteriosas criaturas que habitam as águas de Moçambique. Segundo Andrea Marshall, co-fundadora e cientista principal da MMF, “marcar uma ‘Smalleye’ pode ser nossa melhor e única oportunidade de aprender mais sobre uma das espécies de raias mais raras e esquivas do mundo – uma espécie que nunca foi estudada antes e que provavelmente está em perigo”. De acordo o artigo publicado na revista Ocean Giants, publicação da MMF, em que Andrea Marshall conta na primeira pessoa todo o processo, este porjecto continha riscos variados sendo o maior o perigo de reação violenta do animal que a colocasse em perigo. Outro factor importante foram os quase seis meses de espera por encontrar uma Raia para colocar o transmissor. Como explica Andrea Marshall, “tentando manter o máximo de distância possível da cauda, o que era particularmente desafiador, já que eu também tinha que estar perto o suficiente para posicionar a tag de forma segura e eficaz, estendi o meu braço o máximo que pude. Instintivamente, usei a minha câmara e os outros bastões para bloquear o meu torso o máximo possível, na remota possibilidade de que a raia reagisse defensivamente. Armei a lança e soltei. A etiqueta entrou perfeitamente. Marcação perfeita. Melhor ainda, a raia mal reagiu”. A Raia, cujo nome científico é Megatrygon microps, é uma espécie de raia gigante que habita as águas profundas do Oceano Índico. Estas majestosas criaturas podem atingir até 5 metros de envergadura. Segundo explica Andrea Marshall “descobrimos a existência de Raias ‘Smalleye’ em África apenas em 2008. O outro co-fundador da MMF, Simon Pierce, e eu encontrávamos regularmente uma espécie gigante de raia da qual não tínhamos conhecimento nos nossos recifes profundos no sul de Moçambique. Após alguma investigação, determinamos que se tratava de uma espécie extremamente rara, ocasionalmente avistada em pescarias no outro lado do Oceano Índico”. Esta espécie não era conhecida em África e acabou por se constar que afinal o seu habitat se estende a mais de 5000 km a partir das Maldivas, onde anteriormente havia sido confirmada no ponto ocidental mais distante do Oceano Índico nesta espécie em concreto. “Continuámos a encontrá-las regularmente, e não demorou muito para percebermos que estávamos diante da maior população identificada no mundo e do único local conhecido onde poderiam ser estudadas de forma confiável”, explica a mesma responsável. A MMF é uma organização sem fins lucrativos dedicada à pesquisa e conservação da biologia marinha, reconhecida por descobrir, estudar e preservar grandes animais marinhos, incluindo tubarões-baleia, raias, mantas, tartarugas marinhas, baleias e dugongos. Mantém locais permanentes de pesquisa e conservação em Moçambique, Austrália, Indonésia e Flórida, além de outras localidades temporárias. Fotos: MMF

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.