Kambaku

Icon podcast

PROMOVE Biodiversidade avalia intervenção em Gilé, Ilhas Primeiras e Segundas e Monte Mabu

Mar 5, 2024 | Decorreu em Maputo a 3ª Sessão do Comité Nacional de Supervisão (CNS) do PROMOVE Biodiversidade, para analisar a implementação do programa em áreas protegidas de Nampula e Zambézia, mais concretamente no Parque Nacional do Gilé (PNAG), na Área de Proteção Ambiental das Ilhas Primeiras e Segundas (APAIPS) e Monte Mabu. Financiado pela União Europeia (UE), o PROMOVE Biodiversidade é um programa da responsabilidade da Fundação para a Conservação da Biodiversidade (BIOFUND) e da Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC) e tem como principal objectivo fortalecer as instituições envolvidas na gestão da biodiversidade e apoiar directamente as comunidades locais daquelas regiões. Liderada pela secretária permanente do Ministério da Terra e Ambiente, Emília Dique Fumo, a reunião contou com a presença de diversas individualidades como o director interino da ANAC, o director executivo da Biofund e representantes da União Europeia em Maputo. Além disso, estiveram presentes administradores das áreas de conservação beneficiárias do projecto, directores de serviços provinciais e distritais do ambiente, bem como parceiros de implementação. O CNS, que se reúne anualmente, tem como objectivo principal compartilhar informações sobre o progresso das actividades, identificar desafios e avaliar o impacto das acções realizadas nas áreas beneficiárias. Durante o evento, foram destacados os resultados alcançados em 2023, incluindo o pleno funcionamento de um sistema de comunicação por rádio para melhorar a fiscalização e operações no PNAG, a demarcação do limite sul do parque e iniciativas de treino e apoio aos produtores locais. Além disso, foram apresentados resultados de pesquisas sobre o impacto das queimadas, reintrodução da fauna e questões relacionadas com o crescimento populacional e natalidade precoce em jovens das comunidades locais. Um dos pontos altos da reunião foi a delimitação da Área de Conservação proposta e o mapeamento de pontos de interesse cultural no Monte Mabu, visando promover o turismo sustentável na região. Estas acções são fundamentais para garantir a preservação da biodiversidade e o desenvolvimento económico das comunidades locais de forma sustentável. Esta reunião representou uma importante oportunidade para a troca de conhecimentos e experiências, impulsionando o desenvolvimento sustentável e a conservação da biodiversidade nas províncias da Zambézia e Nampula. Fotos: Biofund

NEWSLETTER DO MUNDO NATURAL

Subscreva a nossa newsletter e receba notícias do mundo natural.